Luiz Fux

| local_nascimento = Rio de Janeiro, RJ | data_morte = | local_morte = | conjuge-tipo = Esposa | conjuge = Eliane Fux | alma-mater = Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro | religião = Judaísmo | título = Ministro do Supremo Tribunal Federal do Brasil | mandato = 3 de março de 2011
até a atualidade | designado = Dilma Rousseff | antes = Eros Grau | depois = |título2 = Vice-presidente do Supremo Tribunal Federal do Brasil |mandato2 = 13 de setembro de 2018
até a atualidade |designado2 = |antes2 = Dias Toffoli | título3 = 51º Presidente do Tribunal Superior Eleitoral do Brasil | mandato3 = 06 de fevereiro de 2018
até 14 de agosto de 2018 | designado3 = | antes3 = Gilmar Mendes | depois3 = Rosa Weber |título4 = Vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral do Brasil |mandato4 = 12 de maio de 2016
até 6 de fevereiro de 2018 |designado4 = |antes4 = Gilmar Mendes |depois2 = Rosa Weber | título5 = Ministro do Tribunal Superior Eleitoral do Brasil | mandato5 = 14 de agosto de 2014
até 14 de agosto de 2018 | designado5 = | antes5 = | depois5 = | título6 = Ministro do Superior Tribunal de Justiça do Brasil | mandato6 = 29 de novembro de 2001
até 3 de março de 2011 | designado6 = Fernando Henrique Cardoso | antes6 = Hélio Mosimann | depois6 = Marco Aurélio Bellizze }}

Luiz Fux (Rio de Janeiro, 26 de abril de 1953) é um jurista e magistrado brasileiro. Atualmente, é ministro do Supremo Tribunal Federal, sendo Vice Presidente desta corte. Foi ministro do Tribunal Superior Eleitoral de 2014 a 2018, onde foi presidente de 6 fevereiro de 2018 a 15 de agosto de 2018, quando terminou o seu mandato na corte. Exerceu também a função de ministro do Superior Tribunal de Justiça de 2001 a 2011.

Bacharel em direito pela Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1976), é doutor (2009) pela mesma universidade. Desde 1995 é professor titular de direito processual civil da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, tendo chefiado o Departamento de Direito Processual desta universidade, além de ter lecionado processo civil na Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro e direito judiciário civil na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Exerceu advocacia na Shell do Brasil de 1976 a 1978. Foi promotor de justiça do Rio de Janeiro de 1979 a 1982, sendo, no ano seguinte, aprovado em concurso para a magistratura, tendo sido juiz de direito – onde exerceu a magistratura na Entrância Especial da 9ª Vara Cível do Estado do Rio de Janeiro e no Tribunal de Alçada do Estado do Rio de Janeiro – e juiz eleitoral do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro de 1983 a 1997 e desembargador do mesmo tribunal de 1997 a 2001.

Em 2001, foi indicado pelo presidente Fernando Henrique Cardoso ao cargo de ministro do Superior Tribunal de Justiça, onde permaneceu até 2011, ano em que foi indicado pela presidente Dilma Rousseff ao cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal. É membro da Academia Brasileira de Letras Jurídicas desde 2008 e da Academia Brasileira de Filosofia desde 2014. Presidiu a comissão de juristas que elaborou o anteprojeto do Código de Processo Civil, em vigor desde 2016. Fornecido pela Wikipedia
Resultados 1 - 20 de 73
Salvar na lista
Ferramentas de busca: Obter Feed RSS Enviar busca por email