A "verticalização" das coligações partidárias nas eleições gerais de 2002

Analisa a resolução nº 21.002 do Tribunal Superior Eleitoral, sob o ângulo predominantemente constitucional, procura demonstrar – abstraindo eventuais acusações formuladas de que o TSE agiu de forma a beneficiar determinadas candidaturas e prejudicar outras – que não foram observados, no caso, diver...

Full description

Main Author: Monteiro, Maurício Gentil
Format: Artigo
Language: Português
Published: 2009
Subjects:
Online Access:
id oai:bdjur.stj.jus.br.BDJURr1:oai:localhost:2011-22535
recordtype stj
spelling oai:bdjur.stj.jus.br.BDJURr1:oai:localhost:2011-225352018-10-10 A "verticalização" das coligações partidárias nas eleições gerais de 2002 Monteiro, Maurício Gentil Resolução, Brasil Brasil. Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Partido político, Brasil Processo eleitoral, Brasil Sociedade política Analisa a resolução nº 21.002 do Tribunal Superior Eleitoral, sob o ângulo predominantemente constitucional, procura demonstrar – abstraindo eventuais acusações formuladas de que o TSE agiu de forma a beneficiar determinadas candidaturas e prejudicar outras – que não foram observados, no caso, diversos princípios fundamentais e regras jurídicas do ordenamento jurídico-constitucional, a exemplo da organização federativa do estado brasileiro, da autonomia dos partidos políticos, da regra da anterioridade das mudanças na legislação eleitoral, dentre outros. 2009-06-30T17:50:47Z 2009-06-30T17:50:47Z 2002 Artigo MONTEIRO, Maurício Gentil. A "verticalização" das coligações partidárias nas eleições gerais de 2002. Revista da Esmese, Aracaju, n. 3, p. 277-294, 2002. Disponível em: <http://www.esmese.com.br/revistas.htm>. Acesso em: 09 jun. 2009. http://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/22535 pt_BR Revista da Esmese
institution STJ
collection STJ
language Português
topic Resolução, Brasil
Brasil. Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
Partido político, Brasil
Processo eleitoral, Brasil
Sociedade política
spellingShingle Resolução, Brasil
Brasil. Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
Partido político, Brasil
Processo eleitoral, Brasil
Sociedade política
Monteiro, Maurício Gentil
A "verticalização" das coligações partidárias nas eleições gerais de 2002
description Analisa a resolução nº 21.002 do Tribunal Superior Eleitoral, sob o ângulo predominantemente constitucional, procura demonstrar – abstraindo eventuais acusações formuladas de que o TSE agiu de forma a beneficiar determinadas candidaturas e prejudicar outras – que não foram observados, no caso, diversos princípios fundamentais e regras jurídicas do ordenamento jurídico-constitucional, a exemplo da organização federativa do estado brasileiro, da autonomia dos partidos políticos, da regra da anterioridade das mudanças na legislação eleitoral, dentre outros.
format Artigo
author Monteiro, Maurício Gentil
title A "verticalização" das coligações partidárias nas eleições gerais de 2002
title_short A "verticalização" das coligações partidárias nas eleições gerais de 2002
title_full A "verticalização" das coligações partidárias nas eleições gerais de 2002
title_fullStr A "verticalização" das coligações partidárias nas eleições gerais de 2002
title_full_unstemmed A "verticalização" das coligações partidárias nas eleições gerais de 2002
title_sort "verticalização" das coligações partidárias nas eleições gerais de 2002
publishDate 2009
url http://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/22535
_version_ 1673239272963964928
score 12,5052