A privatização dos estabelecimentos penais diante da Lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984 : Lei de execução penal

Versa sobre a execução penal e suas finalidades, a saber: a de promover a correta efetivação da sentença para fins de repressão e prevenção de delitos; e a de proporcionar condições para a harmônica integração do condenado ao meio social. Reflete sobre a participação de órgãos sociais na execução pe...

Full description

Main Author: Mirabete, Júlio Fabbrini
Format: Artigo
Language: Português
Published: 2009
Subjects:
Online Access:
id oai:bdjur.stj.jus.br.BDJURr1:oai:localhost:2011-24082
recordtype stj
spelling oai:bdjur.stj.jus.br.BDJURr1:oai:localhost:2011-240822017-06-20 A privatização dos estabelecimentos penais diante da Lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984 : Lei de execução penal Mirabete, Júlio Fabbrini Execução (processo penal), Brasil Estabelecimento penal, Brasil Preso, Brasil Reintegração social, Brasil Brasil. [Lei de execução penal (1984)] Penitenciária, privatização, Brasil Brasil. [Lei n. 7.210, de 11 de julho de 1984] Execução penal Prisões Presídio Estabelecimento penitenciário Versa sobre a execução penal e suas finalidades, a saber: a de promover a correta efetivação da sentença para fins de repressão e prevenção de delitos; e a de proporcionar condições para a harmônica integração do condenado ao meio social. Reflete sobre a participação de órgãos sociais na execução penal, conforme previsto na Lei de Execução Penal. Comenta sobre a participação da comunidade na execução penal e quais são os setores da sociedade que podem participar deste processo. Pondera sobre a natureza da execução penal, seus métodos e limites. Discorre sobre as atividades administrativas em sentido estrito (administrativo-judiciárias) e as atividades de execução material da pena (não judiciária), comentando quais atividades podem ser realizadas por funcionários ou órgãos públicos e as que podem ser exercidas por particulares ou entidades privadas. Por fim, disserta sobre os estabelecimentos penais e a possibilidade de privatização, permissão ou concessão para que pessoas jurídicas de direito privado promovam a execução material das penas. 2009-08-31T19:12:27Z 2009-08-31T19:12:27Z 1992-06 Artigo MIRABETE, Júlio Fabbrini. A privatização dos estabelecimentos penais diante da Lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984: Lei de execução penal. Justitia, São Paulo, v. 54, n. 158, p. 9-16, abr./jun. 1992. Disponível em: <http://bdjur.stj.jus.br//dspace/handle/2011/24082>. Acesso em: 27 ago. 2009. http://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/24082 pt_BR Justitia
institution STJ
collection STJ
language Português
topic Execução (processo penal), Brasil
Estabelecimento penal, Brasil
Preso, Brasil
Reintegração social, Brasil
Brasil. [Lei de execução penal (1984)]
Penitenciária, privatização, Brasil
Brasil. [Lei n. 7.210, de 11 de julho de 1984]
Execução penal
Prisões
Presídio
Estabelecimento penitenciário
spellingShingle Execução (processo penal), Brasil
Estabelecimento penal, Brasil
Preso, Brasil
Reintegração social, Brasil
Brasil. [Lei de execução penal (1984)]
Penitenciária, privatização, Brasil
Brasil. [Lei n. 7.210, de 11 de julho de 1984]
Execução penal
Prisões
Presídio
Estabelecimento penitenciário
Mirabete, Júlio Fabbrini
A privatização dos estabelecimentos penais diante da Lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984 : Lei de execução penal
description Versa sobre a execução penal e suas finalidades, a saber: a de promover a correta efetivação da sentença para fins de repressão e prevenção de delitos; e a de proporcionar condições para a harmônica integração do condenado ao meio social. Reflete sobre a participação de órgãos sociais na execução penal, conforme previsto na Lei de Execução Penal. Comenta sobre a participação da comunidade na execução penal e quais são os setores da sociedade que podem participar deste processo. Pondera sobre a natureza da execução penal, seus métodos e limites. Discorre sobre as atividades administrativas em sentido estrito (administrativo-judiciárias) e as atividades de execução material da pena (não judiciária), comentando quais atividades podem ser realizadas por funcionários ou órgãos públicos e as que podem ser exercidas por particulares ou entidades privadas. Por fim, disserta sobre os estabelecimentos penais e a possibilidade de privatização, permissão ou concessão para que pessoas jurídicas de direito privado promovam a execução material das penas.
format Artigo
author Mirabete, Júlio Fabbrini
title A privatização dos estabelecimentos penais diante da Lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984 : Lei de execução penal
title_short A privatização dos estabelecimentos penais diante da Lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984 : Lei de execução penal
title_full A privatização dos estabelecimentos penais diante da Lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984 : Lei de execução penal
title_fullStr A privatização dos estabelecimentos penais diante da Lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984 : Lei de execução penal
title_full_unstemmed A privatização dos estabelecimentos penais diante da Lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984 : Lei de execução penal
title_sort privatização dos estabelecimentos penais diante da lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984 : lei de execução penal
publishDate 2009
url http://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/24082
_version_ 1673235166094426112
score 12,431949