A prova oral como elemento defraudador dos princípios da impessoalidade e da moralidade

Trata do dever constitucional da administração pública, na elaboração de concursos públicos, de cumprir os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. Enfatiza a prova oral como elemento defraudador dos princípios da impessoalidade e da moralidade.

Main Author: Fernandes, Flávio Sátiro
Format: Artigo
Language: Português
Published: 2010
Subjects:
Online Access: