Reflexos do julgamento da Ação Declaratória de Constitucionalidade n. 16 na inteligência da súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho

Analisa a questão da responsabilidade subsidiária da administração pública direta e indireta na terceirização da prestação de serviços, enfrentando a atual previsão delineada no inciso V da Súmula 331 do Colendo Tribunal do Trabalho, bem como seus reflexos na efetividade dos direitos sociais....

Full description

Main Author: Andrade, Lúcia Regina Melo de
Format: Artigo
Language: Português
Published: 2012
Subjects:
Online Access:
id oai:bdjur.stj.jus.br.BDJURr1:oai:localhost:2011-49218
recordtype dspace
spelling oai:bdjur.stj.jus.br.BDJURr1:oai:localhost:2011-492182017-05-22STJAndrade, Lúcia Regina Melo de2012-09-05T12:38:13Z2012-09-05T12:38:13Z2011http://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/49218Analisa a questão da responsabilidade subsidiária da administração pública direta e indireta na terceirização da prestação de serviços, enfrentando a atual previsão delineada no inciso V da Súmula 331 do Colendo Tribunal do Trabalho, bem como seus reflexos na efetividade dos direitos sociais.ArtigoReflexos do julgamento da Ação Declaratória de Constitucionalidade n. 16 na inteligência da súmula 331 do Tribunal Superior do TrabalhoPortuguêsTerceirização, BrasilPrestação de serviços, BrasilResponsabilidade subsidiária, BrasilBrasil. Tribunal Superior do Trabalho (TST). [Súmulas]Revista do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região
institution STJ
collection DSpace
language Português
topic Terceirização, Brasil
Prestação de serviços, Brasil
Responsabilidade subsidiária, Brasil
Brasil. Tribunal Superior do Trabalho (TST). [Súmulas]
spellingShingle Terceirização, Brasil
Prestação de serviços, Brasil
Responsabilidade subsidiária, Brasil
Brasil. Tribunal Superior do Trabalho (TST). [Súmulas]
Andrade, Lúcia Regina Melo de
Reflexos do julgamento da Ação Declaratória de Constitucionalidade n. 16 na inteligência da súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho
description Analisa a questão da responsabilidade subsidiária da administração pública direta e indireta na terceirização da prestação de serviços, enfrentando a atual previsão delineada no inciso V da Súmula 331 do Colendo Tribunal do Trabalho, bem como seus reflexos na efetividade dos direitos sociais.
format Artigo
author Andrade, Lúcia Regina Melo de
author_sort Andrade, Lúcia Regina Melo de
title Reflexos do julgamento da Ação Declaratória de Constitucionalidade n. 16 na inteligência da súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho
title_short Reflexos do julgamento da Ação Declaratória de Constitucionalidade n. 16 na inteligência da súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho
title_full Reflexos do julgamento da Ação Declaratória de Constitucionalidade n. 16 na inteligência da súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho
title_fullStr Reflexos do julgamento da Ação Declaratória de Constitucionalidade n. 16 na inteligência da súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho
title_full_unstemmed Reflexos do julgamento da Ação Declaratória de Constitucionalidade n. 16 na inteligência da súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho
title_sort reflexos do julgamento da ação declaratória de constitucionalidade n. 16 na inteligência da súmula 331 do tribunal superior do trabalho
publishDate 2012
url http://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/49218
_version_ 1572567846685245440
score 12,045263