A intimidade é inviolável

O autor faz uma crítica ao uso das escutas telefônicas (grampos) afirmando que o Estado não pode gravar nem escutar conversa telefônica de ninguém, pois não existe uma lei que admita isso. O autor afirma, também, que antes dos avanços tecnológicos já havia investigação criminal, sendo assim, não é...

Full description

Main Author: Vidigal, Edson Carvalho
Format: Artigo
Language: Português
Published: 2005
Subjects:
Online Access: